domingo, 27 de janeiro de 2008

Mente Zen

"Mente Zen" é uma dessas frases enigmáticas que os mestres Zen usam para fazer você se auto-observar, ir além das palavras e começar a refletir. "Eu conheço a minha mente", você se diz, "mas o que é a mente Zen?" E continua: "Mas será que eu realmente conheço a minha mente? É isto que estou fazendo agora? É o que estou fazendo agora? É o que eu estou pensando agora? E se você procurar sentar e ficar fisicamente quieto por algum tempo para ver se descobre o que é sua mente e tentar localizá-la, então já começou a prática do Zen, começou a perceber a mente ilimitada. A inocência deste primeiro questionamento - apenas se perguntar "o que sou eu?" - é mente de principiante.
A Mente de principiante é necessária através de toda a prática Zen. É a mente aberta, é a atitude que inclui tanto a dúvida quanto a possibilidade, a capacidade de ver as coisas sempre de forma nova, em seu frescor original. Ela é necessária em todos os aspectos da vida. Mente de principiante é a prática da mente Zen.

“Na mente do principiante há diversas possibilidades. Na mente do conhecedor há bem poucas.” Mas é de se notar que um veterano, embora não seja um principiante no Caminho, deverá ser um principiante do Caminho, pois, para nele permanecer é condição básica que tenha sempre este espírito de principiante.

Mestre Zen Shunryu Suzuki (1905-1971).

Um comentário:

samara disse...

como faço para meditar?