quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Silêncio e Calma


Sempre que houver silêncio à sua volta, ouça-o. Isso significa: apenas perceba-o. Preste atenção nele. Ouvir o silêncio desperta a dimensão de calma que já existe dentro de você, porque é só através da calma que você pode perceber o silêncio.
Veja que, quando percebe o silêncio à sua volta, você não está pensando. Está consciente do silêncio, mas não está pensando.

Quando você percebe o silêncio, instala-se imediatamente uma calma alerta no seu interior. Você está presente. Nesses momentos você se liberta de milhares de anos de condicionamento humano coletivo.

Olhe para uma árvore, uma flor, uma planta. Deixe sua atenção repousar nelas. Note como estão calmas, profundamente enraizadas no Ser. Deixe que a natureza lhe ensine o que é a calma.

Quando você olha para uma árvore e percebe a calma da árvore, você também se acalma. Você se conecta à árvore num nível muito profundo. Você sente uma unidade com tudo o que percebe na calma e através dela. Sentir a sua unidade com todas as coisas é amor.

Extraído do livro: O PODER DO SILÊNCIO de Eckhart Tolle

2 comentários:

Manoel disse...

Michel, hoje depois do ZAZEN publiquei esse texto Tempo bom, não volta mais: saudade... que coloco com ênfase quanto benefício o silêncio nos trouxe.
Publiquei esse seu artigo em um reply por lá.
Muito Obrigado,
Gassho
Manoel

Palavras de Osho disse...

Que belíssima foto! Só de olhar para ela já entro em um silêncio especialíssimo!