quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Porque somos diferentes?


Somos todos diferentes uns dos outros. Isto é tão evidente como a diferença entre o dia e a noite. Mas porquê? Para termos uma resposta rigorosa teríamos de recorrer à ciência. E a compreensão das coisas da ciência nem sempre são simples. Mas é fácil percebermos que somos diferentes uns dos outros. É uma evidência que decorre do nosso conhecimento empírico. Da nossa observação. Mas não é só nos humanos. Reparem como lado a lado convivem duas árvores, da mesma espécie mas com comportamentos tão diferentes! Uma já despida do seu manto de folhas feito e outra toda vestida a rigor, ou se não fosse o ar frio um bom motivo para andar vestido…

Somente aqueles que abraçam a si mesmos podem de forma verdadeira compreender os outros que estão sofrendo e considerar o sofrimento alheio como se fosse o seu próprio. Por exemplo, quando estamos em um estado de vida baixo, não gostamos de nós mesmos. Posteriormente, quando estamos nos sentindo melhor e observamos outros em uma situação ruim, podem pensar: ¨Que pena! ¨e dentro de si podemos julgá-los como ¨Quão fraco.

A forma como julgamos a si é exatamente como julgamos os outros.

Quando forem para cama, pensem: ¨Um grandioso Buda está indo dormir agora¨. De manhã, quando acordar, não importando como se sinta pense: ¨Um grandioso Buda está se levantando. Viva uma vida louvando sua própria vida, desfrutando o que estiver fazendo, deliciando-se a cada momento. A cada manhã acorde como um Buda e a cada noite, durma como um Buda. Desfrute cada momento da vida com alegria - este é o verdadeiro significado da prática Zen.

Somos diferentes, mas no fundo Somos Um.

7 comentários:

Rose Huppes disse...

Olá,
Oassamos boa parte de nossas vidas tentando ser como os outros,ou tentando nos igualar com alguém ou com algo que noa é imposto.

Esquecemos que é na diferença em que somos únicos e perfeitos.

Abraços a todos.

R. disse...

A vida de fato fica mais leve se desfrutamos cada momento.

Engraçado que nós seres humanos somos tão diferentes e temos uma incrível capacidade de nos amar mesmo com todas as diferenças e complexidades.

Gasshô

Raphael de Souza Araujo Lima disse...

AUM

Cris Tarcia disse...

O bonito é que somos diferentes , complexos, e simples ao mesmo tempo, caminhantes

Um abraço

Homem Oco disse...

poxa brother, nao te conheço nem sigo o mesmo caminho escolhido por vc (sou devoto do yoga hindu) mas achei teu blog muito bonito. não só pela beleza dos textos mas por estar me mostrando essse caminho tão especial, totalmente desconhecido por mim, que é o Zen.

Te desejo muita paz.

Se não se incomodar, estou colando este texto (com as devidas referencias) no meu blog.

Shanti (ou gashô!!)

mariza disse...

adorei seu blog somos diferentes,inteligentes e capazes .todos desejamos a paz,mas nem todos buscam o que importa 'a verdadeira paz.quem aprende a ouvir cm atenção,aprende a falar com proveito.Sucesso

animazone disse...

Eu sempre quis amar e considerar as pessoas, sem preconceito algum com relação as nossas diferenças,.....