terça-feira, 11 de agosto de 2009

Ser é Interser


Ser é Interser, na bonita caligrafia do Thây -- se você praticar, fica fácil de entender, como nos diz o mestre em seu lindo poema Interrelacionamento:

Você é eu, e eu sou você.
Não é óbvio que nós "intersomos"?
Você cultiva a flor em você mesmo
para que eu seja belo.
Eu transformo o lixo que há em mim
para que você não tenha de sofrer.

Eu apóio você,
você me apóia.
Estou neste mundo para oferecer-te paz;
você está neste mundo para trazer-me alegria.

Extraído do blog "Compartilhando Plum Village"

2 comentários:

Dee disse...

Linda calegrafia, linda sabedoria!
Muito obrigada por isso!

Dee disse...

Linda calegrafia, linda sabedoria!
Muito obrigada por isso!