terça-feira, 15 de março de 2011

Mestre Zen Thay escreve aos Japoneses


Caros amigos, no Japão,

Ao contemplar o grande número de pessoas que morreram nesta tragédia, podemos sentir muito fortemente que nós mesmos, de alguma forma, também morremos.

A dor de uma parte da humanidade é a dor de toda a humanidade. E a espécie humana eo planeta Terra formam um só corpo. O que acontece com uma parte do corpo acontece com o corpo todo.

Um evento como esse nos lembra a natureza impermanente das nossas vidas. Ela nos ajuda a lembrar que o mais importante é amar uns aos outros, para estar lá um para o outro, e para valorizar cada momento, temos que estar vivos. Este é o melhor que podemos fazer por aqueles que morreram: podemos viver de tal forma que eles continuam, muito bem, em nós.

Aqui na França e nos centros de nossa prática em todo o mundo, nossos irmãos e irmãs continuarão a cantar para vocês, envio-lhes a energia de cura, paz e proteção. Nossas orações estão com você.

Thich Nhat Hanh

Postado em www.pazacadapasso.org

6 comentários:

rosana disse...

Mestre Thay com muita propriedade resumiu os nossos sentimentos.
Que todos possam se beneficiar de suas palavras.

Gratidão
Gasshô
Rosana.

Raphael Lima disse...

Em um determindado momento todos seremos conscientes da nossa Unicidade plural e o bem comum será realmente comum.

Que o Japão e todos os seres que estão em estado de calamidade possam encontrar algo de positivo e alentador neste caos atual.

Paz, e que todos os serem possam viver em Paz, Alegria e Liberdade.

Luiza disse...

Estamos todos interligados...na dor e na alegria.

J. Frederico Schmidt disse...

Luiza falou por mim também.

Frederico
http://papillonvoador.blogspot.com/

cleide disse...

Sendo a humanidade um todo, a dor de uns é a dor de todos,não importa se são Japoneses ou de qualquer outra nação.

Um principiante, apenas isso. disse...

Morremos um pouco com nossos irmãos japoneses. E renasceremos com eles também. Nossas preces e amor a todos vítimas dessa fatalidade.