domingo, 30 de outubro de 2011

Presos na roda da vida


"Como conduzir o caminho para atingir este objetivo? Eis que a tarefa é
difícil! As condições de hoje não são tão distanciadas do passado quanto
a distância que separa o céu da terra. Como mesmo nos comparar aos
mestres do passado? Porém, aplicando-nos sem medir nosso sofrimento, não
há razão para não fazer tão bem e melhor que eles. Se isto não lhe
parece evidente, é porque você ainda não clareou seu espírito. Seus
pensamentos dispersos galopam como um cavalo selvagem e suas emoções
pulam como um macaco de galho em galho. Porém, quando esses fogosos e
dispersos pensamentos recuam e retornam sobre si mesmos, em apenas um
instante, nossa natureza original toma forma e todas as coisas ficam
iguais e em harmonia. É desta forma que giramos as coisas no lugar de
sermos girados por elas.”

Mestre Dogen Zenji (1200 - 1250)

Um comentário:

Mare disse...

A vida é tão curta para tanto Saber....